Tecnologia do Blogger.

Olá, nós somos...

Elioena Carreiro, 19 anos. Vive em São Luís-MA mas morre de saudades de Aveiro (Portugal). Ama gatos, arte e dormir haha. Sempre indecisa em que curso escolhe, pois gosta de tudo um pouco.


Cecilia, 19 anos, brasiliense, mas que vive em São Luis- MA a mais de 10 anos. Estuda Rádio e tv e tem uma leve tendencia a se apaixonar por tudo aquilo que não é convencional.

Popular Posts

Cult: Festival Guarnicê de Cinema

Nessa última sexta feira 4 de outubro foi ao fim o 36°Festival de Gauarnicê de Cinema em São Luís realizado na UFMA (Universidade Federal do Maranhão). Trata-se de mostras de curtas e longa-metragens, visando promover o intercambio cultural com a produção audiovisual e seus realizadores.  Aconteceu em nível nacional, latino-americano e de  países de língua portuguesa com duração de 5 dias.

Vem sendo realizado na capital maranhense desde 1977, "Em sua trajetória o Festival Guarnicê de Cinema acompanhou a transição dos formatos e suportes da realização fílmica: a película super 8, 16mm e 35mm, a fita VHS, Betacan, o digital, ao mesmo tempo em que ganhava na sua execução, a abrangência nacional e internacional". (trecho retirado do site) 
Dos longas exibidos, destaque para "Luíses- Solrealismo Maranhense", o filme foi produzido por estudantes da UFMA Campus Bacanga, e foi todo rodado aqui no Maranhão, principalmente São Luís,é uma mistura de ficção e documentário que retrata a vida do ludovicense de forma bastante crítica.
Gente esse doc-ficção é simplesmente o melhor que já vi, e não é porque foi produzido por estudantes da minha universidade e muito menos por ser ambientado na cidade onde moro, estou falando porque realmente me emocionou, juro que fiquei arrepiada!
Nesse longa conta-se a  história de vários Luíses que compõem a cidade, o diretor utiliza também o mito da serpente que cresce adormecida nos subterrâneos de São Luís e quando sua cabeça tocar no rabo a cidade irá afundar, fazendo uma analogia com a mobilização popular que aconteceu no Brasil esse ano (enquanto nas outras cidades levava-se cartazes escrito "O gigante acordou", aqui muitos escreveram "A serpente acordou).
O Sol é um elemento chave da narrativa que retrata o cotidiano de São Luís
É um filme suave, com uma fotografia linda, show de atuação, narração perfeita e bastante tocante. Mostrando a realidade de 70% da papulação ludovicense que é completamente excluída e está aqui tão perto de nós,  o descaso dos nosso governantes e a corrupção sem limite, tudo isso sem "apelar". Não há drama após drama, muito pelo contrário tem muito humor num tom bem irônico rs
E como era de se esperar, esse longa que na sua exibição no Guarnicê foi aplaudido por todos de pé ganhou 3 premiações: melhor diretor, melhor direção de arte e melhor ator.
1273820_420648794706539_1109878330_o
Por enquanto o filme será exibido apenas em festivais, mas o pessoal do Éguas Coletivo Audiovisual, em sua página no facebook, garantiu que após essa fase divulgarão na internet, quando isso acontecer eu venho contar para vocês ;).
Esse é um filme para ser vistos por todos, sobretudo aqueles que vivem aqui em São Luís pois compreendem melhor as situações retratadas mesmo que em alguns casos passem despercebidas. Para finalizar ouçam a música que faz parte da trilha sonora de Luíses, passei dias cantarolando depois que o assisti rs Pra nunca mais a cidade dormir 

Espero que tenham gostado e assistam o filme. Até a próxima !

4 comentários:

  1. A dica parece interessante. Depois vou conferir!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode acreditar é muito bom! Quando for divulgado na net eu posto aqui (;
      Obrigada pela visita Juliane, volte sempre
      Beijos

      Excluir
  2. Respostas
    1. Obrigada pelo carinho Marcele
      Beijos, voltr sempre !

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cult e Cute Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados

  

diHITT - Notícias